Falemos sobre jogos de videogame antigos. Um assunto bastante nostálgico para mim e meus queridos leitores, gamers de carteirinha!

No mundo dos games, os nomes “Playstation”, “Xbox” e “Super Nintendo” são os que surgem na mente das pessoas mais novas, mas, quando perguntado sobre o mesmo assunto para pessoas mais velhas, a imaginação vai longe até chegar em quais foram os “precursores” desses aparelhos. Hoje vou contar para vocês, histórias sobre os primeiros consoles lançados no mundo.

Uma característica que marcou a primeira geração de consoles é o fato de eles trazerem junto alguns jogos de videogame embutidos em sua memória, com gráficos primitivos, constituídos de linhas e pontos. Alguns deles foram: Atari 2600, Nintendo 64, Magnavox Odyssey, Home Pong, Telstar, Colecovision, entre outros.

Segue abaixo uma lista com os jogos de videogame antigos mais famosos e jogados por centenas de pessoas ao longo dos anos:

  • Super Mario World:

Bonito, divertido e muito desafiador, Super Mario World é lembrado até hoje como um dos principais jogos de sua geração. O título estava presente em todos os Super Nintendo vendidos e era obrigatório para os fãs de games de plataforma com suas quase cem fases e diversos truques e segredos.

  • Donkey Kong Country:

A trilogia impressionou fãs da época com seus gráficos de altíssima qualidade e trilha sonora marcante. Além do primor técnico, Donkey Kong Country ainda influenciou uma geração de gamers com seu estilo de jogo cerebral, recheado de itens e passagens escondidas.

  • Pac Man, Pitfall e Asteroids:

Os clássicos do Atari foram a porta de entrada de muitos no mundo dos jogos, que tiveram o console como seu primeiro videogame. Apesar dos gráficos modestos e controles simplificados, os títulos são adorados até os dias de hoje graças às ideias e conceitos que servem como inspiração para outros jogos de videogame modernos.

  • Street Fighter e Mortal Kombat:

Principais títulos de luta da geração 16-bit, os games de Capcom e Midway marcaram época com seus estilos de jogo carismáticos e competitivos que inspiram novos lançamentos até os dias de hoje, quase 30 anos depois de sua chegada. Seja nas locadoras ou na casa dos amigos, ambos estavam sempre entre os mais jogados graças às partidas rápidas e dinâmicas. Decorar as combinações de botões para combos, “Hadoukens” e os violentos “Fatalities” também era uma verdadeira febre.

  • Sonic: the Hedgehog

O mascote da SEGA viveu os seus melhores dias no Mega Drive, no qual brilhou com sua primeira trilogia. Considerado por muitos jogadores da época como o grande rival de Super Mario World, esse jogo de videogame antigo apostava em uma jogabilidade rápida e caótica e fazia bonito tanto no visual como no nível de desafio.

 

Acho que esses são os mais famosos e provavelmente favoritos dos leitores da minha idade e acima, né?! Por hoje é só, se vocês se lembrarem de mais algum que não pode ficar de fora dessa lista, comentem aí embaixo para eu fazer um post novo depois! Até a próxima!

 

 

 

 

Quer saber quais os melhores filmes para assistir naquela tarde de fim de semana bem preguiçosa ou algum dia de férias bem ociosas e entediantes? Fica comigo que eu te conto!

Não da para negar que quando estamos à toa em casa, um filminho cai bem, né? Pensando nisso eu fiz uma pesquisa e selecionei uma lista que tem os melhores filmes para assistir, separei por gênero. Vou mostrá-la para vocês…

Quais os melhores filmes para assistir numa noite de tédio?

Melhores filmes para assistir em 2019:

Terror: Maligno

O estranho comportamento do filho de Sarah, Miles, indica que uma força maligna se apoderou dele. Temendo pela segurança de sua família, Sarah precisa lutar contra seu instinto maternal de proteger Miles para poder investigar o que está acontecendo.

Comédia: Um espião e meio

Antes de se tornar um agente da CIA, Bob sofria bullying na época do colégio. Já na agência, para resolver um caso ultrassecreto, ele recorre a um antigo colega, popular nos tempos da escola, hoje contador.

Romance:  Nasce uma estrela

A jovem cantora Ally ascende ao estrelato enquanto seu parceiro Jackson Maine, um renomado artista de longa carreira, cai no esquecimento por problemas com o álcool. Os momentos opostos acabam por minar o relacionamento amoroso dos dois.

Suspense: Calmaria

O capitão de um barco de pesca vive em uma pequena ilha do Caribe e de repente sua vida toma um caminho inesperado. Sua ex-mulher retorna e pede para que ele leve seu atual e abusivo marido em um passeio de barco e se livre dele.

Ação e guerra: Jason Bourne

Afastado da CIA há 10 anos, o agente Jason Bourne retorna ao campo de batalha para enfrentar uma rede sinistra que utiliza tecnologia e terror para se manter no poder.

Animação: Como treinar seu dragão

Soluço é um adolescente viking da ilha de Berk, onde lutar contra dragões é um meio de vida. Suas opiniões avançadas e um senso de humor estranho o tornam um desajustado, apesar de seu pai ser o chefe do clã. Jogado em uma escola de combate a dragões, ele quer provar que é um verdadeiro viking, mas ao fazer amizade com um dragão machucado, ele tem a chance de mudar o futuro de seu povo.

É isso então pessoal, aproveitem bastante e assistam todos, não se esqueçam de comentar o que acharam e sugerir novos filmes para um próximo post… Até a próxima!

Escola de Youtubers, já ouviram falar sobre? Bora lá saber mais!

Sabemos que o Youtube tem crescido absurdamente nos últimos anos, e muitas pessoas veem ele como um lugar para expor suas ideias, seus dons, e para alcançar um público cada vez maior de seguidores, afinal, é disso que eles vivem: visualizações (ou “views”) dos seus conteúdos. Existem canais de jogos, maquiagens, dicas para as mães, entretenimento, culinária, dança, entre muitos outros estilos. Se você está pensando em como criar um canal para o Youtube , vamos falar um pouco sobre o que se pode fazer para criar seu canal:

Escola de Youtubers

  • Antes de qualquer coisa você precisa descobrir do que você gosta, como jogos de videogame, maquiagem, artesanato, culinária, etc. Dê preferência a algo que você se dá bem fazendo, assim, será mais fácil na hora de criar o seu conteúdo;
  • Escolha qual será o público que você quer atingir, crianças, jovens, adultos. O criador do canal do Creator sem fronteira – Escola de Youtubers fala muito sobre que tipo de público você quer abranger e se preciso for, fale para vários deles, no entanto, é importante você focar em um único público, isso será menos complicado quando chegar a hora de você criar os roteiros de seus vídeos, afinal, definido seu público alvo, você consegue descobrir quais empresas, prestadoras de serviço, quais produtos a nossa audiência pode se interessar. Isso abre portas para vermos de que lado vamos mirar e começar a direcionar nossos conteúdos, para negócios;
  • Use seu vocabulário voltado ao conteúdo do seu canal, se for um canal de culinária, por exemplo, você pode usar uma linguagem mais técnica, só não se esqueça de que várias pessoas terão acesso a ele, então o mais correto é adequar o seu modo de falar para que todas as pessoas que o acessam entendam plenamente do que se trata seu conteúdo de maneira geral;
  • Não é necessário começar com uma câmera de alta qualidade, use uma na qual dê para as pessoas assistirem seus vídeos com uma qualidade média, e conforme seu canal for crescendo e seu público for aumentando, você pode ir evoluindo com câmeras de qualidade maior;
  • Quando você for gravar, lembre-se sempre de olhar para a câmera mesmo, e não para sua imagem, assim, você irá passar uma noção de maior segurança para o seu público;
  • Defina uma frequência para postar seus vídeos, por exemplo, dois vídeos por semana, um vídeo por semana, e assim por diante. Além disso, é preciso cumprir e postar o conteúdo no dia combinado, para não desagradar o seu público.
  • Procure gravar em lugares de boa iluminação, isso irá te ajudar a manter a qualidade de seus vídeos;
  • Seja uma pessoa animada, pois, independente das pessoas estarem do outro lado da tela do computador, e energia é transmitida através de suas palavras e gestos.

Após esses passos, crie o seu canal e abuse de sua imaginação, produza conteúdos que chamem a atenção e que sejam de qualidade! Existem um canal bem bacana no próprio Youtube que dá dicas para criar e manter seu canal, inclusive, esse post foi para falar dele em especial, achei as dicas bem didáticas e legais, vale à pena dar uma conferida no Create sem fronteiras Escola para Youtubers, ele realmente funciona como uma Escola de Youtubers, dando dicas preciosas para quem pretende trabalhar com esse mundo do audiovisual. Olha lá e depois me digam o que acharam.

Bora jogar videogame?

Que o mundo anda em constante evolução ninguém pode negar né? A tecnologia cresce num piscar de olhos e é incrível como até as crianças praticamente já nascem sabendo mexer em objetos eletrônicos. Pode ser previsível que daqui a alguns anos o mundo todo irá gerar em torno da tecnologia… Com tudo isso, um hobby que muitas pessoas tem é jogar vídeogame, eu e o Gu jogamos bastante e além disso, pesquisei algumas informações para passar a vocês, então vamos falar sobre pontos positivos e negativos que isso nos traz.

Benefícios e malefícios de jogar videogame

Alguns pontos positivos de se jogar videogame

  • Desenvolvimento da leitura, quando se joga videogame, lemos para conseguir instruções, e isso, às vezes em um curto espaço de tempo, ajuda a exercitar a prática,
  • Ajuda a exercitar a memória, como lembrar códigos de jogo,
  • Noção de espaço, normalmente é executado em games de primeira pessoa, no qual o jogador tem apenas a intuição como ponto de referência,
  • Pensamento rápido e escolhas rápidas, dependendo do jogo, o jogador faz isso o tempo inteiro, como nos games de tiro e ação que dependem de reflexos e velocidade de raciocínio.
  • Assim como o raciocínio, a coordenação motora é sempre colocada à prova em todos os games que necessitam de comandos diversos e simultâneos, ainda mais quando o jogo for aqueles em que o gamer precisa usar seu próprio corpo.

 

Alguns pontos negativos de se jogar videogame

  • Ele pode atrapalhar um pouco no convívio social, quando o início dessa prática começa desde muito novo, com o passar dos anos atrapalha o adolescente e o adulto a se desenvolver socialmente,
  • Jogos violentos podem ser muito perigosos. Se o jogador souber discernir o jogo da vida real tudo bem, mas infelizmente ele acaba influenciando na vida social da pessoa, quando é usado com exagero. Não generalizando, porém, diversos são os casos de pessoas que se tornam agressivas por meio de jogos violentos, ou então, as que já tinham tendência à agressividade e procuram por esses tipos de jogos, podem acabar alimentando isso, então é preciso ter muita cautela.
  • Infelizmente, jogar videogame não leva à prática de atividades físicas, isso pode acabar acarretando também o sedentarismo, falando melhor sobre isso, o ideal seria praticar exercícios físicos com a mesma intensidade que a pessoa joga videogame.
  • Pode ocorrer uma facilidade de adquirir um vício, tenha cuidado e não deixe de fazer suas obrigações, estipule horários todos os dias que for jogar e nunca extrapole os mesmos. Jogar videogame deve ser um hobby e não um vício.
  • Pode agravar a postura, porque geralmente quando alguém está jogando ela fica concentrada no jogo e além de não perceber como está a postura, permanece nela por muito tempo.

Concluindo, não abuse e saiba ter o controle da situação, isso se aplica também e principalmente à crianças e adolescentes! Pais, jamais troquem um momento de lazer com a família e amigos e nem permita que seus filhos façam isso para jogar videogame, viver é muito mais que jogos, saibam aproveitar!

O potencial dos dispositivos eletrônicos portáteis vai muito além dos relógios inteligentes ou alto-falantes, sensores residenciais e dispositivos em nossos veículos. Apesar disso, a necessidade de baterias e circuitos integrados é inevitável e roupas inteligentes, como jaquetas ou calças com sensores, não são tão confortáveis ​​de usar com esses aparelhos. Pelo menos até agora. Uma solução, desenvolvida por cientistas liderados por Yingying Zhang , tem sido imprimir fibras flexíveis em têxteis. Por exemplo, eles imprimiram padrões em tecidos, que podem coletar e armazenar eletricidade. Com uma impressora 3D equipada com uma agulha coaxial (um fio guia com vários eixos), eles desenhavam padrões, imagens e letras em um pedaço de tecido e, graças a isso, conseguiam transformar o movimento em energia. Os resultados foram publicados na Matter .

 

“Usamos uma impressora 3D equipada com um bocal coaxial para imprimir fibras diretamente em têxteis e mostramos que ela pode ser usada para produzir e gerenciar energia”, explica Zhang. “Usamos um bocal coaxial porque os bicos de eixo único permitem que apenas uma tinta seja impressa. ao mesmo tempo, o que restringe grandemente a diversidade da composição e design das formas impressas. “

A equipe de Zhang recorreu a dois tipos de tintas: uma solução de nanotubos de carbono para construir o núcleo condutor das fibras e a seda para a bainha isolante (embora outros laboratórios possam escolher materiais que ajustem a flexibilidade, biocompatibilidade e impermeabilidade) pesquisa). As seringas de injeção preenchidas com as tintas foram conectadas ao bocal coaxial, que foi conectado por sua vez a uma impressora 3D convencional.

Essa abordagem difere da de outros grupos que costuram manualmente componentes elétricos, como fibras de LED, em tecidos, um processo que requer várias etapas e tempo. A vantagem de usar uma impressora 3D é que você pode criar recursos versáteis em tecidos em uma única etapa. A abordagem também é barata e fácil de levar a uma produção em grande escala.

“Nosso objetivo de longo prazo – conclui Zhang – é projetar materiais híbridos flexíveis e portáteis e, ao mesmo tempo, desenvolver novas técnicas para a produção prática de sistemas portáteis inteligentes com funções integradas, como detecção, ativação e comunicação, entre outras”.

Certamente é irônico: se a Tokyo 2020 será a primeira Olimpíada cujas medalhas são feitas com lixo eletrônico reciclado , elas também serão as que terão a maior presença de robôs e novas tecnologias.

Através de uma declaração , o comitê organizador apresentou o novo Tokyo Robot Project 2020. É formado por especialistas no campo da robótica, e conta com o apoio do Secretariado do Gabinete do Japão, o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia, o Ministério da Economia, Comércio e Indústria, o Governo Metropolitano de Tóquio e várias empresas privadas.

Durante a apresentação, algumas das tarefas realizadas pelos robôs foram mencionadas. Eles carregam telas em seu “corpo” para que ninguém perca eventos, onde quer que estejam.

Eles também garantirão que todos os espectadores desfrutem da experiência, prestando assistência aos espectadores em cadeiras de rodas: eles serão colocados nos estádios, eles levarão suas mochilas, serão informados sobre o programa e até mesmo terão comida e / ou bebida.

Eles também estarão nos aeroportos, ajudando a levantar malas pesadas e orientando os recém-chegados, sejam turistas ou atletas.

“Os Jogos de Tóquio 2020 – explicou Hirohisa Hirukawa, líder do projeto Tokyo 2020 Robots, no comunicado – são uma oportunidade única para mostrar a tecnologia dos robôs japoneses. Este projeto não consistirá simplesmente em exibir robôs, mas em mostrar sua implantação prática na vida real para ajudar as pessoas. Portanto, não só haverá esportes nos Jogos de Tóquio 2020, mas também alguns robôs surpreendentes ”.

Mas tem mais. Eles desenvolveram um aplicativo chamado VoiceTra , capaz de traduzir entre 31 idiomas falados. Para aqueles que não têm conexão móvel, haverá dispositivos , do tamanho de um cartão de crédito, que serão usados ​​ao redor do pescoço e também funcionarão como tradutores orais, embora “somente” em 10 idiomas (incluídos em espanhol).

Outro avanço serão os táxis robóticos , carros autônomos que já começaram a operar de maneira controlada em Tóquio para preparar a transferência de turistas e atletas dos hotéis para os estádios.

Consciente do efeito da poluição causada pela chegada de tantos turistas e pela pegada de carbono que produzirá tantos voos, a All Nippon Airways e a Japan Airlines, juntamente com universidades do país e várias agências governamentais, lançaram um projeto para usar algas como combustível para avião

A cerimônia de abertura, um dos marcos dos Jogos Olímpicos, também pretende ser única: haverá um chuveiro de meteorito (artificial) desenvolvido pela empresa ALE e a colaboração da agência espacial japonesa.

Finalmente, há o trem. Se nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 1964, o Japão apresentou os primeiros trens-bala, agora dará um salto semelhante, inaugurando um que seja capaz de ultrapassar os 600 km / h .

 

 

 

Em geral, estima-se que entre 12 e 15% do peso de um carro seja composto, no mínimo, por dez tipos de plástico. De acordo com a Associação Espanhola de Indústria de Plásticos, existem até mil peças deste material, macio e duro, flexível e rígido, nos assentos, no painel de controle, tanques de todos os tipos, iluminação …

O mais comum é o polipropileno, que constitui um terço de todas as variedades no veículo e é misturado com outros tipos para formar peças deformáveis, como pára-choques. Um dos maiores benefícios do plástico, do ponto de vista do motorista, é que sua leveza economiza combustível: dez por cento a menos de peso leva a uma redução de 5% no consumo.

Se o plástico nunca tivesse entrado na linha de montagem, os carros agora pesariam entre 200 e 300 quilos a mais.

 

Cerca de 300 kg de CO2 evitam uma motocicleta elétrica em comparação com um modelo de combustão equivalente. Esta razão, juntamente com a crescente pressão ambiental, é o que levou os principais fabricantes a oferecer modelos elétricos em sua faixa. Ao contrário dos carros, nos quais a carga ainda é um dos cavalos de batalha, nas motocicletas o processo é mais simples porque na maioria dos casos a bateria é removível e pode ser confortavelmente movida para a casa para ser conectada a uma tomada. convencional Os tempos de recarga variam de três a seis horas e autonomias para uma pequena scooter entre 50 e 100 quilômetros.

Em grandes motos, o desafio é ainda maior porque a entrega de energia acarreta um grande consumo de energia. Uma das primeiras propostas razoáveis ​​vem da mão de Harley, que já anunciou que no final do ano colocará à venda o modelo LifeWire com um alcance de 185 km e uma aceleração de 0 a 100 km / h em apenas 3,5 segundos. . Mas … um momento. E quanto ao som inconfundível da marca Milwaukee? Os nostálgicos terão de se contentar com uma nova acústica que seus criadores chamam de “futurista”. Perturbador, a menos que recorra a uma simulação, como a Renault fez com o Clio, um carro em que o usuário poderia escolher como ele queria que o motor soasse de um total de seis possibilidades.

Esse ‘truque’ será usado pela Kymco em um protótipo supersport, o Supernex, que eles já estão preparando. Até agora, poucos detalhes transcenderam, já que ele passará de 0 a 100 em 2,9 segundos e terá seis marchas com quatro modos de direção: calmo, positivo, enérgico e extremo. A data de lançamento e autonomia são desconhecidas, embora a marca também anuncie que lançará uma série de modelos urbanos na Europa em 2020, enquanto a Peugeot, por sua vez, colocará o Ludix à venda em 2019.

Esperando que eles cheguem, a BMW já oferece o C Evolution e a Vespa the Elettrica, que permite, entre outras coisas, atender chamadas móveis pressionando um botão no guidão.

Qual cartão eu preciso?

Até 4 kW

l com permissão B. motos elétricas até 4 kW

l Sem um cartão B. O cartão AM é necessário. Para obtê-lo, você deve ter pelo menos 15 anos e passar em um exame teórico e prático

Até 15 kW

l Permitir A1

l Carné B com três anos de experiência

Até 35 kW

l licença A2

Mais de 35 kW

l carteira de motorista A

 

Todos os anos, cerca de 1.500 milhões de telefones celulares são produzidos em todo o mundo e, embora sejam objetos comuns em nossas vidas, ninguém pára para pensar sobre o que eles têm dentro deles. Até agora…

Para responder a essa pergunta, um grupo de pesquisadores da Universidade de Plymouth colocou um iPhone dentro de um triturador para analisar o “suco de maçã” resultante. Enquanto ferro e silício foram os elementos mais abundantes no interior, a equipe encontrou 70 miligramas de cobalto, 900 miligramas de tungstênio e 36 miligramas de ouro. Esses dois últimos metais, junto com o estanho e o tântalo, são conhecidos como 3TG ou minerais “sanguíneos”, isto é, são obtidos em áreas de conflito armado, algo que surpreendeu muito aqueles que fizeram parte do experimento.

A produção de um único telefone requer pelo menos 7 kg de minério de ouro de alta qualidade que será extraído do solo, além de 750 gramas de minério de tungstênio, o que dá uma idéia de quanto a indústria de telecomunicações precisa comprar para satisfazer a demanda.

Eles não foram os únicos metais que foram descobertos depois de rasgar o telefone. Havia vários elementos das terras raras, como neodímio, praseodímio, gadolínio e disprósio. Esses materiais são altamente cobiçados pelos fabricantes de tecnologia devido ao seu magnetismo e condutividade e são usados ​​para melhorar o desempenho de todos os tipos de gadgets.

No entanto, como o nome sugere, eles são escassos e os recursos correm o risco de se esgotarem. Muitos são extraídos na Mongólia, mas acredita-se que, se continuarem com a taxa de extração, como fizeram até agora, em apenas 50 anos terão terminado com toda a oferta.

Um dos coordenadores do projeto, Colin Wilkins, da Universidade de Plymouth, espera que com essa pesquisa mais pessoas percebam a indústria por trás de seu smartphone e o que sua fabricação envolve desde o primeiro minuto: “Sociedade na que vivemos há décadas está mudando, e esperamos que este trabalho incentive mais de um a fazer perguntas sobre seus próprios comportamentos “.

 

Foi um segredo aberto, mas atualmente a Adidas confirmou isso através das redes sociais: a partir de 22 de março, lançará uma edição especial do emblemático Ultraboost inspirado na última temporada de Game of Thrones.

Coincidindo com a chegada da última temporada da série, a Adidas criou seis modelos diferentes: Westeros, Stark, Lannister, Targaryen, Night Watch e White Walkers.

Referências ao mundo de Game of Thrones incluem um slogan na marca do calcanhar e um símbolo na língua ligada a cada casa ou personagens. O Ultraboost tornou-se popular entre os atletas pelos materiais de sua sola.

O material do qual é composto é conhecido como TPU e é composto por um conjunto de cápsulas agrupadas que conservam parte da energia do passo e liberam-no mais tarde. Também tem a vantagem de ser muito mais resistente ao calor do que outros materiais similares: por exemplo, três vezes mais que a borracha EVA.